para compartilhar sabores e lembranças olfativas daqui e de outras terras...como o nhoque da nona, o arroz com bacalhau de vovô, as almondegas de minha mãe, o risoto de linguiça do meu pai, o thanksgiving dinner da mammy, o german chocolate cake da cindy, o doce de leite de tia mercedes, o doce de cidra da aninha, o doce de mamão da célia, o doce de pera da margarida, as pimentas da celha, os bolos da semiramis, os patês da rosana e por ai vai....


quinta-feira, 18 de agosto de 2016

ciranda de receitas - orapitangas apresenta Arte na Cozinha

dando seguimento a nona rodada da Ciranda de receitas...
hoje tenho a honra de ter como meu par a Flávia,  menina tão querida, aqui da vizinhança e a primeira blogueira que conheci do delicioso Arte na Cozinha.

Flavinha eu passamos por várias fases, quando descobri que ela era da região fiquei muito feliz, rapidamente solidificamos a amizade pelo velho MSN, qual foi a minha surpresa de no meio das conversas, descobrir que mãe dela, tinha um comercio na mesma rua da minha mãe, claro que quando fui visitar a D. Odete, parei lá e bati um papo com a simpática mãe da Flá, mais adiante tivemos um convite para uma parceria, que acabou não vingando, mas pelo menos nos deu a chance de nos conhecermos, bem fomos ficando cada vez mais próximas, estreitando assim nossa amizade e reconhecendo nossa afinidades e TOC´s, sim temos TOC´s e nos divertimos com eles...
trocamos não só receitas, trocamos dicas, avisamos uma a outra das ofertas, dou conselho, dou palpite, coisa de tia, de tia velha. 
carinho de cá, carinho de lá!
falamos da vida e também longamente sobre farinhas, ovos, feira, divagamos...somos assim!
as nossas idas para a Capital, são um capitulo a parte, os 100 km passam num segundo, eu sou a navegadora que não se entende com o GPS e entra em surto quando o GPS (detalhe, com a voz do Mickey) manda virar a direita ou esquerda, perco o rumo, derrubo o celular, entro em pane.
pacientemente, ela para, faz novos ajustes, rimos muito até que aconteça tudo de novo, uma farra!
além da admiração que nutro por esta menina lutadora, solidária, sempre pronta para te ajudar, cheia de boas ideias, divertida e com um humor peculiar.
a respeito muito, como cozinheira dedicada, detalhista, caprichosa, inovadora, capaz de preparar delicias com dois ou três ingredientes, adoro a versatilidade desta cozinheira jovem com alma de cozinheira antiga.
bem, ficaria falado desta garota tão querida, posts seguidos, mas quem a conhece sabe do que eu estou falando, quem ainda não conhece o Arte da Cozinha da Flá, não perca tempo, visite o blog e confirme lá tudo o que falei sobre ela.

agora com a palavra a Flavinha, ah sim...deixei uma receita minha no Arte na Cozinha, uma  focaccia tá bom!

"Como fiquei feliz com essa rodada da Ciranda! Meu carinho pela Angela é gigante!
Mas como todo mundo já conhece bem essa cozinheira e padeira maravilhosa, vou falar da Angela amiga, disposta sempre a ajudar, preocupada com todos, carinhosa com os amigos... daquelas pessoas que a gente agradece a Deus por ter por perto sabe?! 
Me trata sempre com tanto carinho, me ensina tantas coisas bacanas... 
Angela, obrigada por fazer parte da minha vida e por sua amizade!
E obrigada por me receber aqui no Ora Pitangas, é um prazer estar aqui hoje! 
E trouxe um torresminho, daqueles que se a gente colocar um prato na frente e começar a bebericar alguma coisa, sabemos que vamos ficar horas a fio batendo papo, porque isso é fato, nós duas batemos um papo como ninguém né?! 
Beijos e abraços"




Torresmo crocante 

Ingredientes:

- 2 Kg de barriga de porco (peça pedaços que venham com carne também) cortada em cubos grandes
- 1 col. chá de sal

Preparo:

- Você vai precisar de uma panela grande de fundo grosso, para que os pedaços não fiquem sobrepostos. Se não tiver, divida em duas panelas e chame alguém para te ajudar;
- Coloque os pedaços do torremos (sem sal) e ligue a panela em fogo médio;
- Mexa a panela constantemente para que a gordura do torremos vá derretendo. Ele vai pegando no fundo da panela conforme for fritando, mas é normal, continue mexendo que ele irá soltar sozinho da panela;
- Quando você notar que há bastante gordura já derretida, abaixe o fogo e continue mexendo até que a gordura comece a espumar. É nesse momento que o torremos irá fritar na própria gordura e pururucar a pele;
- O torresmo estará pronto quando atingir a coloração dourada, mas é importante tomar muito cuidado para não deixar passar do ponto, pois ele pode amargar;
- Retire com uma escumadeira e coloque sobre uma assadeira forrada com papel absorvente;
- Salpique o sal, mexa bem e deixe esfriar por uns 5 minutos. É normal você ouvir o torresmo "estralar" e é nesse momento em contato com o ar, que a pele vai terminar de ficar bem crocante.
- Sirva com umas gotinhas de limão se desejar.

Rendimento: 500 gr. de torresmo
Tempo de preparo: 1 hora
Grau de dificuldade: Fácil

Observações:

- Juro que não espirra! Confie em mim, é como fritar bacon, mas como não tem sal, ele não vai espirrar!
- Ele solta muitaaaaa gordura. Dos 2 Kg, veja que de torresmo mesmo sobra 500 gr. Faça as contas! Mas não se assuste, vamos pensar que você eliminou tudo isso...risos.
- É crime jogar a gordura que sobra fora. Você pode guardar em um pote de vidro e temperar um feijão por exemplo. Eu nunca guardo tudo porque é bastante, mas um tequinho eu guardo, porque é bom, porém não muito saudável.
- Compre uma carne de qualidade! Procure um bom açougue onde você confie e possa questionar sobre a procedência da carne. E peça um belo pedaço de barriga com bastante carne! 
- Uma caipirinha para acompanhar é o que há!


fiquei aqui imaginando a delícia que seria tomar a tal de caipirinha  com os torresmos na companhia da querida Flá...

nesta quinta, a ciranda continua
não deixem de conferir as postagens dos blogs participantes desta rodada
      18 - http://www.sosimplesassim.com.br/

Bookmark and Share
Print Friendly and PDF

quarta-feira, 10 de agosto de 2016

ricota, pesto & pasta

esta postagem ficou perdida, achei hoje, de vez em quando isto acontece...
mas me lembro bem foi um jantar feito rapidinho, numa noite quente do verão.


eu queria minha massa com creme de ricota 
 ele com pesto de manjericão


fiz o creme de ricota com ricota caseira, 
creme de leite, parmesão ralado, pimenta branca,
ervas secas e um toque de azeite



fiz o pesto de manjericão com alho, azeite
 e nozes trituradas, 
não ficou verdinho por conta da pressa,
 não sequei direito as folhas


servi a massa bem quente, cada um montou seu prato na hora.
no meu prato coloquei o creme de ricota sobre a massa, uma asinha de frango (assada com mel e mostarda) e tomates temperados com orégano e manjericão, tudo bem simples e leve mas cheio de sabor.

Bookmark and Share
Print Friendly and PDF

sábado, 6 de agosto de 2016

pão semi integral # 146

esta receita foi a minha participação na 8a. rodada da Ciranda de Receitas, a Marly do blog Saboreando a Vida hospedou esta receita neste link aqui


pão semi integral

1 xícara de farinha de trigo integral
1 xícara de farelo de trigo
3 colheres de sopa de açúcar mascavo
1 colher de sopa de sal
2 colheres de sobremesa de fermento seco biológico
50 ml de azeite
650 ml de água mineral
aproximadamente 800 gramas de farinha de trigo branca


  1. misture metade da farinha branca com a outras farinhas, 
  2. junte o açúcar mascavo e o fermento, misture tudo muito bem,
  3. num copo graduado coloque 350 ml de água e despeje sobre a mistura
  4. em seguida meça 50 ml de azeite e complete até marcar 350 com água, mexa com um garfo e junto a massa,
  5. você terá uma massa super hidratada quase uma massa de bolo
  6. neste momento vá agregando a farinha restante até dar ponto de passar a massa para a bancada e começar sovar,
  7. sove ligeiramente, até ficar uma massa lisa, bolei 
  8. deixe fermentando  num bowl grande coberto  com filme  plástico por umas 4 ou 5 horas, ou mais caso desejar
  9. a cada hora de fermentação enfarinhe a mão com a ajuda de uma peneira e faça dobras na massa como um envelope 
  10. depois deste tempo, abaixe a massa para tirar o gás e molde como desejar
  11. deixe crescer novamente por mais 30 minutos
  12. polvilhe farinha na superfície do pão e faça talhos
  13. leve ao forno pré aquecido por no mínimo 10 minutos

*como eu queria um pão grande de quase dois quilos fiz apenas um pão, mas nada impede que você faça pães menores.
* a tábua onde o pão foi servido tem 60 cm por 40 cm e faca que está ao lado tem 8 polegadas de lamina ou seja ficou um pão bem grande


  • a farinha integral é uma farinha que estraga mais rapidamente que a branca, apesar de morar num lugar frio, já perdi farinha integral que ficou com gosto de rançoso, hoje guardo na geladeira
  • compro pacote de 1 k abro, retiro o que preciso fecho com a embalagem de papel com fita crepe, tampo o pote plástico e guardo na geladeira
  • antes de usar retiro a quantidade desejada e deixo voltar a temperatura ambiente antes de empregar
  • uso o mesmo procedimento para farelo e gérmen de trigo e farinha de centeio 
  • quando a receita pede para mexer na massa durante a fermentação, ao invés de amassar , retardando assim o processo de levedo, dobre como um envelope, estique a massa no próprio bowl traga uma parte sobre a outra faça isto da seguinte forma, se posicione em frente ao bowl estique a massa e traga para si, gire  a massa e faça a mesma coisa além de não atrasar a fermentação, a sua massa adquire um certa tensão o que ira facilitar na moldagem
Bookmark and Share
Print Friendly and PDF

quinta-feira, 4 de agosto de 2016

ciranda de receita - orapitangas apresenta Saboreando a Vida

dando seguimento a oitava rodada da Ciranda de receitas...
hoje tenho como meu par a querida Marly, blogueira das antigas, do lindo e  delicioso Saboreando a Vida.

estou tão feliz de receber a Marly logo na sua estreia na ciranda!
sou fã declarada deste blog maravilhoso, acompanho já faz muito tempo e sempre me encanto com a  ambientação criada por esta talentosa blogueira.
fotos lindas que trazem sempre muita delicadeza, belas louças, mesas lindamente colocadas, texto sempre muito bem escritos, conteúdos cheio de detalhes, tem arte e tem muita comida boa, enfim um blog de respeito.
me lembro perfeitamente de ter chegado no blog via um maravilhoso bolo em forma de coração e aquele bolo puxou outro, mais outro, mais outro, todos lindos, perfeitos, daqueles que você tem até dó de cortar e desmanchar, pois são verdadeiras obras de arte, também tem as bolachinhas que são um capitulo a parte,  sensacionais! aliás tudo é muito bom e de muito bom gosto.
Marly e eu mantemos uma relação de amizade e respeito via blogs e facebook e dias destes ela me emocionou, dizendo que fez uma receita que incluía fermentação longa e que se lembrou de mim, pensei comigo:
gente quanta delicadeza, a pessoa esta lá cozinhando para a família e imaginando que eu poderia gostar da receita, fiquei muito feliz!
bem, acho que já dei os motivos suficientes para que, se você não conhece o Saboreando a Vida, corrija isto imediatamente, corra lá se delicie com receitas e fotos maravilhosas. 


agora com a palavra a Marly, ah sim...deixei uma receita minha no Saboreado a Vida , um pão tá bom!

"Eu pensei inicialmente em enviar à Ângela uma receita já postada no blog, tendo em vista que frequentemente sou questionada com relação às antigas receitas, publicadas, que têm ficado meio invisíveis, por conta do protagonismo das receitas que vieram depois. Ocorre que eu havia acabado de preparar destas saborosas bolachinhas, então achei melhor trazer a público a receita delas."



Bolachas de fubá Mentirinhas
 

(receita adaptada da que foi publicada pelo Açúcar União)


 xícara de chá = 240 ml


Ingredientes


  • 1 xícara (chá) de açúcar União Refinado
  • ¼ xícara (chá) de leite
  • 2 xícaras (chá) de fubá fininho
  • 1 ovo
  • 2 xícaras (chá) de amido de milho 
  • 2 colheres (chá) de sementes de erva doce (ou mais, a gosto)
  • 1 xícara(chá) de manteiga ou margarina  

Preparo

Unte e enfarinhe duas assadeiras grandes, para assar biscoitos (são as que tem as laterais bem baixas, ou inexistentes). Peneire juntos os 3 primeiros ingredientes. Junte os ingredientes restantes, até obter uma massa bem uniforme. Ligue o forno à temperatura média (180º C). Modele pequenas bolas, de mais ou menos 2cm. Distribua as bolas nas assadeiras preparadas. Leve as assadeiras ao forno, preaquecido, por 15-20 minutos, dependendo da temperatura do forno. Retire as bolachas da assadeiras, cuidadosamente, e passe-as para uma gradinha, para que acabem de esfriar.


fiquei aqui imaginando a delícia que seria tomar um chá com estas bolachinhas na companhia da amiga Marly...

nesta quinta, a ciranda continua
não deixem de conferir as postagens dos blogs participantes desta rodada

      18 - http://www.sosimplesassim.com.br/

Bookmark and Share
Print Friendly and PDF

segunda-feira, 25 de julho de 2016

pão de frigideira # 145

esta receita foi a minha participação na 7a. rodada da Ciranda de Receitas,
a Ana Paula do blog Menu Criativo hospedou esta receita neste link aqui

pão de frigideira

3 xícaras de farinha de trigo aproximadamente,
1 colher de sopa de amido de milho
2 colher de sopa de açúcar
1 colher de sopa de sal
3 colheres de sopa de azeite
1 colher de sobremesa de fermento seco biológico
50 ml de aguardente
50 ml de agua
100 ml de buttermilk (100 ml de leite misturado a 2 colheres de vinagre branco)

misture todos os secos num bowl, faça uma cova e  e agregue os líquidos da seguinte forma, primeiro o buttermilk depois a agua, aguardente e azeite misturados ligeiramente com um garfo.
misture até que forme uma massa homogênea, sove ligeiramente e faça uma bola e deixe descansar por 30 minutos, depois deste tempo abaixe a massa e divida em duas partes, cada metade divida em 6 partes, faça bolinhas e deixe descansar por 30 minutos, em seguida abra com um rolo  dando forma circular ou oval.
aqueça bem um frigideira, panquequeira ou tapioqueira e sem untar coloque a massinha aberta, abaixe o fogo ao mínimo e asse dos dois lados, vai inflar, vire com cuidado sem furar.
perfeitos para a servir com geleias, patês e pastinhas.


esta receita rende 12 pães, a foto das bolinhas crescendo é de uma receita muito maior



  • sempre que tiver mais de um tipo de farinha peneire juntas para mesclar completamente
  • para que sua massa não escureça sempre misture o azeite na agua e mexa ligeiramente com um garfo
  • para fazer o buttermilk use sempre vinagre branco para não alterar o tom
  • antes de abrir massas com  rolo sempre é recomendando um descanso para relaxar o glúten
  • comece sempre abrindo as massas pelas bolinhas feitas primeiramente 
  • se o seu fogão tiver chama muito forte, faça o processo inverso, gire o botão com se fosse desligar e deixe uma chama bem fraquinha
  • guarde sua frigideira teflonada sempre protegida, eu cubro as minhas com toucas descartáveis de cozinha

Bookmark and Share
Print Friendly and PDF

quinta-feira, 21 de julho de 2016

ciranda de receitas - orapitangas apresenta Menu Criativo


dando seguimento a sétima rodada da Ciranda de receitas...agora estamos cirandando a cada quinze dias nos dando um pouco mais tempo para visitar todos os blogs participantes e tendo a chance de interagir um bocadinho mais, espero que os meus leitores também apreciem esta mudança!

hoje tenho como meu par a Ana Paula do delicioso Menu Criativo, mais uma blogueira jovem, super antenada, daqui da vizinhança também e alguém que já pude abraçar, o que é muito bom!
Ana nos brinda com uma cozinha pratica, versátil e postagens sempre atuais. ela está sempre presente nos lançamentos e acontecimentos gastronômicos  da região e nos contas as novidades com fotos lindas. 
enfim o Menu Criativo é uma delícia de blog além de ser perfumado e cheio de aroma, se você ainda não conhece, passe por lá e dê uma olhada especialmente na guia de temperos, é imperdível, já que a Ana adora especiarias! 
agora com a palavra a Ana Paula, que trouxe uma entrada sensacional, daquelas bem fáceis e cheia de sabor, viu, não falei que ela é pratica!  
ah sim...deixei uma receita minha no Menu Criativo, desta vez um pão de frigideira, bem fácil para comer rasgado, tá bom!

"Que alegria ser par dessa querida!! Fico com água na boca com os pães lindos que a Angela faz!
Quando escolhi a receita para estar aqui no Ora Pitangas, pensei: O que poderia combinar com os pães deliciosos dela? Então separei esse camembert assado, que fica delicioso, é super prático e combina muito bem com pães e torradas! Espero que gostem!"

Camembert Assado

link aqui
(Rende 1 porção para 4 pessoas - Tempo de Preparo: 1 hora)

1 queijo camembert
1/2 rolo de massa folhada já comprada pronta
1 ovo batido
geleia de pimenta ou uma geleia de sabor de sua preferência

Coloque o queijo sobre a massa folhada e embrulhe-o com a massa.


Leve ao congelador por 15 minutos.
Retire do congelador, coloque em uma assadeira, pincele o ovo sobre a massa e leve para assar até ficar dourado.
Retire do forno, espalhe geleia em volta e sirva.

fiquei aqui imaginando a delícia que deve ser este queijo com geleia numa lasca do meu pão de frigideira!

nesta quinta, a ciranda continua, agora quinzenal, mas sempre as quintas!
não deixem de conferir as postagens dos blogs participantes desta rodada

Bookmark and Share
Print Friendly and PDF

sábado, 9 de julho de 2016

cufa de maçã # 144

esta receita foi a minha participação na 6a. rodada da Ciranda de Receitas,
a Marisa do blog Sabores da Vida,  hospedou esta receita neste link: http://saboresdavida.net.br/?p=3479


cufa de maçã 


1a. etapa
prepare as maçãs, usei duas grandes, mas fica a gosto, tire as semente e as cascas e pique em cubos de 1 cm aproximadamente, esprema suco de um limão, junte 2 colheres de sopa de açúcar e canela em pó a gosto, junte uvas passas sem sementes usei preta e clara (opcional) e  reserve 


2a. etapa:

200 ml de agua mineral

1 ovo

2 colheres de manteiga

2 colheres de óleo de girassol

5 colheres de açúcar

1 colher de chá de sal

Misture tudo com um fouet ou use um copo de shake. Na tigela coloque 2 xícaras de farinha de trigo e misture bem com uma colher de sopa rasa de fermento biológico seco, junte os líquidos misture até agregar, ficará um massa pegajosa, deixe descansar por 10 minutos


3a. etapa:
com auxilio de uma peneira escorra as maçãs, nesta altura o liquido e o suco de limão deve ter ligeiramente hidratado as passas, caso você tenha usado


4a. etapa
misture as maçãs na massas e sove ligeiramente agregando aproximadamente uma  xícara ou um pouco mais de farinha até ficar uma massa homogênea porem bem macia, pois será uma massa para ser aberta com as mãos, deixe crescer num bowl untado com óleo ou azeite, até que comece a levedar, aproximadamente uma hora


5a. etapa
ainda no bowl, com as mão ligeiramente untada,  abaixe a massa apenas para extrair o ar, não é uma massa para sovar, unte uma assadeira, costumo usar quadrada, e coloque a massa na assadeira, espero uns 10 minutos e após este tempo abra a massa com as mãos untadas, cobrindo toda extensão da assadeira, deixe crescer por mais 30 minutos


6a. etapa 
prepare a farofa assim: farinha e açúcar em partes iguais, costumo usar um pouco mais de meia xícara de cada, canela a gosto e 3 colheres de sopa manteiga amolecida, uso dois garfos para misturar, um em cada mão, mas você poderá esfarelar entre as mãos ou misturar como desejar, o importante é que fique uma farofa


7a.etapa: 
cubra a massa com a farofa e leve ao formo pré aquecido por aproximadamente 30 minutos ou até que esteja dourada


  • esta massa leva mais fermento em proporção a quantidade de farinha, isto se deve por ser uma massa mais doce e rica de gordura
  • copo de shake, gosto de fazer a pré mistura dos líquidos com o ovo num copo destes, facilita muito, não suja liquidificador e mistura muito bem
  • a quantidade de farinha é variável, por conta da qualidade da maçã, mais ou menos hidratada, do tamanho dos ovos, portanto não se assuste se for mais ou menos farinha
  • quanto mais lenta for a fermentação mais macia será a sua massa

Bookmark and Share
Print Friendly and PDF

quinta-feira, 7 de julho de 2016

ciranda de receita - orapitangas apresenta Sabores da Vida

dando seguimento a sexta rodada da Ciranda de receitas...
hoje tenho como meu par a Marisa, do delicioso Sabores da Vida.
cheguei ao blog da Marisa, por acaso, levada por uma foto de um bolo, que vi no side roll de algum blog que visitava, fui conferi e adorei o que vi... 
fiquei horas lendo as postagens e admirando as fotos, logo conclui que ela adorava bolos, a acompanhei enquanto vivia na Alemanha e no seu retorno ao Brasil, o tempo foi passando e foi uma imensa surpresa encontra-la em 2014 num evento em São Paulo, tivemos a chances de estar juntas por algumas horas, prazer este que se repetiu em 2015. Marisa é uma pessoa sensacional!
ela tem toda a minha admiração, está sempre fazendo cursos, se atualizando e no seu blog tem sempre referencias de bons livros, programas de culinária internacionais, além de fotos e louças lindas! bem se você não a conhece, faça uma visita ao delicioso Sabores da Vida, aproveite a ciranda e dê uma espiada geral no blog, tenho certeza que vai te agradar.

agora com a palavra a Marisa, que trouxe uns muffins de banana, daqueles perfeitinho para comer sem culpa, viu, não falei que ela adora bolos!
ah sim...deixei uma receita minha no Sabores da Vida, desta vez  um pão doce, tá bom!

"E mais uma semana passou e a ciranda rodou e cá estou eu no cantinho da Angela..
sim o meu par desta semana tem mãos de fada e faz aqueles pães fabuloso que vocês já conhecem e se não conhecem, tem que conhecer!!
Estou super feliz em tê-la como meu par, pois esta amizade já saiu do mundo virtual e já pudemos nos conhecer, nos abraçar, rir juntas e se divertir em duas ocasiões nos eventos do Encontro Gourmet e foi um prazer encontra-la para além do virtual e descobrir o doce de pessoa que ela é!!
Obrigada por me receber nesse seu espaço tão cheio  de aconchego e deliciosas receitas!!"






Muffin integral de banana com cacau e canela

Ingredientes
4 bananas maduras amassadas
1/2 xícara de óleo
1 ovo batido
1 xícara de farinha integral
1/2 xícara de açúcar mascavo
1 colher de sopa de canela
1 colher de sopa de cacau em pó
1 colher de chá de bicarbonato de sódio
1 colher de sopa rasa de fermento em pó




Preparação
Misture o ovo batido com o óleo e bata com um batedor de arame. Em uma vasilha misture os ingredientes secos (farinha, açúcar, canela, cacau, bicarbonato e fermento). Junte o líquido aos secos e por último adicione as bananas amassadas misturando leve e rapidamente. Divida a massa nas forminhas de muffins. Leve ao forno preaquecido a 180ºC, por cerca de 20 minutos. Rende 12 muffins.

 fiquei aqui imaginando a delícia que estes muffins devem estar...



nesta quinta, a ciranda continua, mas temos uma mudança, de agora em diante a nossa Ciranda de Receitas  passará a ser quinzenal, sempre as quintas!
não deixem de conferir as postagens dos blogs participantes desta rodada.












Bookmark and Share
Print Friendly and PDF