para compartilhar sabores e lembranças olfativas daqui e de outras terras...como o nhoque da nona, o arroz com bacalhau de vovô, as almondegas de minha mãe, o risoto de linguiça do meu pai, o thanksgiving dinner da mammy, o german chocolate cake da cindy, o doce de leite de tia mercedes, o doce de cidra da aninha, o doce de mamão da célia, o doce de pera da margarida, as pimentas da celha, os bolos da semiramis, os patês da rosana e por ai vai....


quinta-feira, 23 de junho de 2016

ciranda de receitas -orapitangas apresenta artes da Mel



dando seguimento a quarta rodada da Ciranda de receitas...hoje tenho como meu par a vizinha Mel, do ArtesdaMel, um doce de menina, ligada nas artes, com uma cozinha super pratica e interessante com uma pegada mais natureba, sou sua grande admiradora na culinária e também do seu lado "arteiro" com aventuras na pintura, decoupage, biscuit, bijuterias, costura, decoração...
bem, se você ainda não conhece, não deixe de visita-la, tenho certeza que você irá adorar.
o blog da Melzinha é sensacional, lá você encontra variedades de pratos e artes, inclusive a linda festa que ela produziu para a sua pequena e muito mais do que apenas boas receitas!!!
uma honra recebe-la aqui no blog ainda mais com uma receita de torta de berinjela, adoro tortas deste tipo e a da doce Melzinha é com berinjela que tanto amo. 
ah sim...deixei uma receita minha no ArtesdaMel, um pão tá bom!


adorei esta apresentação... não digo que ela é criativa!!!



Torta de Berinjela

Ingredientes:

Massa

-3 ovos;

-1 xícara (chá) de leite;

-1/2 xícara (chá) de azeite;

-2 e 1/2 xícara (chá) de farinha de trigo;

-sal a gosto;

-1 colher (sopa) de fermento químico;

Recheio

-1 cebola média picada;

-2 dentes de alho;

-3 colheres (sopa) de azeite;

-2 berinjelas cortadas em cubos;

-2 tomates sem pele e sementes picados em cubo;

-1 xícara de tomates cereja cortados ao meio;                                      

-salsinha e cebolinha a gosto;

-1 xícara (chá) de queijo meia-cura cortado em cubos (usei um pouco de queijo branco);

-1/2 xícara de folhas de hortelã picadas



Modo de Fazer:

Massa

-Unte e enfarinhe uma forma retangular média e reserve;

-Pré-aqueça o forno a 180º;

-No liquidificador bata os ovos, o leite, o azeite e o sal.

-Em uma vasilha misture com a farinha e o fermento.

-Despeje a massa sobre a forma e acrescente por cima o recheio.

Recheio

-Em uma panela refogue no azeite a cebola e o alho;

-Acrescente a berinjela até ficar macia; após junte o tomate picado, o sal, a salsinha e a cebolinha a gosto e as folhas de hortelã.

Montagem

-Sobre a massa espalhe o refogado de berinjela;

-Por cima distribua os tomates cereja cortados ao meio e os cubinhos de queijo

-Leve pra assar por aproximadamente 45 minutos


fiquei aqui imaginando a delícia que deve ficar este torta...

nesta quinta, a ciranda continua
não deixem de conferir as postagens dos blogs participantes desta rodada


Bookmark and Share
Print Friendly and PDF

segunda-feira, 20 de junho de 2016

café com bolachinha sonsa

para quem curte um café com um bolachinha "sonsa" ou seja biscoitinho com pouco açúcar, estas são perfeitas.
apesar da receita levar com leite condensado, não fica muito doce e nem fica derretendo na boca, dá para moldar, caso o seu preferido seja aquelas que desmancham na boca, veja esta receita.


bolachinhas sonsa

misture 2 gemas com uma lata de leite condensado e suco de meio limão.
antes de espremer o limão, faça zestes.
junte 4 colheres de sopa de manteiga
agregue aos poucos quase um pacote de amido de milho e as zestes, quando ficar uma massa homogênea, leve para a bancada polvilhada com amido e faça pequenas cobrinhas, molde em rodelinhas e asse em forno médio, nem precisa untar a assadeira
gosto de tirar branquinha e quando sobra tempo junto duas a duas e amarro com fitinha!






Bookmark and Share
Print Friendly and PDF

quinta-feira, 16 de junho de 2016

ciranda de receitas - orapitangas apresenta Cozinhar é Preciso!

dando seguimento a terceira rodada da Ciranda de Receitas, desta vez tenho como meu par, a quase vizinha, doce, querida e talentosa Cintya Maria do Cozinhar é Preciso, verdadeiramente uma honra ter uma receitinha dela por aqui, Cintya é uma graça de menina, por quem tenho um enorme carinho e admiração, os post dela são perfeitos, as fotos sempre lindas, as receitas são de babar, isto sem falar na perfeição da apresentação, que esta meiga e detalhista virginiana nos brinda em cada uma das suas postagens, além do esmero, a menina cozinha lindamente.
se você ainda não a conhece, não deixem de conferir o blog.
bem, não posso deixar de mencionar, que já tive o enorme prazer de provar das suas doçuras, os doces são tão lindos e com uma apresentação tão caprichadas que dá até dó de mexer, mas quando se prova é uma explosão de sabores. 
posso dizer que sou imensamente grata, por de vez em quando, ter o privilegio de encontra-la, desfrutar da sua deliciosa companhia, conversar e rir muito, sim a menina Cintya é muito alegre e divertida, uma lindeza de pessoa!
claro que ela mandou uma das suas especialidades para esta rodada, as bolachinhas vaca malhada...
ah sim, também tem uma receita minha lá no Cozinhar é Preciso, um pão tá bom!
então, com a palavra, a autora:

"Bom, vamos lá...
Escolhi uma receita antiga, mas que é uma das minhas prediletas quando o assunto é biscoitinhos & bolachinhas. 
Além disso, adoro a aparência dessa bolachinha, toda "marmorizada", acho um charme, afinal comemos com os olhos.

Segue a receita:


Bolachinha Vaca Malhada
  • Para a massa branca:
60g de manteiga sem sal
2 colheres (sopa) de açúcar
1/2 colher (chá) de essência de baunilha
1/2 xícara de amido de milho
1/4 de xícara de farinha de trigo
1/2 colher (chá) de fermento em pó

  • Para a massa escura:
60g de manteiga sem sal
2 colheres (sopa) de açúcar
1/2 colher (chá) de essência de baunilha
1/2 xícara de amido de milho
1/4 de xícara de farinha de trigo
2 colheres (sopa) de cacau em pó
1 colher (sopa) de leite
1/2 colher (chá) de fermento em pó

  • Preparo da massa branca: bata a manteiga com o açúcar até formar um creme claro e fofo (a cor será uma amarelo clarinho). Acrescente a baunilha, o amido, a farinha e fermento e misture delicadamente. Não bata na batedeira! Coloque a massa em um saco plástico e leve à geladeira enquanto prepara a massa escura.

  • Preparo da massa escura: na mesma tigela da batedeira, bata a manteiga com o açúcar até formar o mesmo creme claro e fofo. Acrescente a baunilha, o amido, a farinha, o cacau, o leite e o fermento e misture delicadamente.

  • Montagem:
Pré-aqueça o forno a 180˚C. Unte uma forma grande.
Para fazer as bolachinhas, pegue uma porção da massa branca e outra porção menor de massa escura e modele uma bolinha, tomando cuidado para não mesclar demais as duas massas, tornando-as de uma cor só. 
Coloque em uma forma untada e leve ao forno por 10-15 minutos, até estarem com a base levemente dourada. Se preferir bolachinhas macias, retire do forno sem dourar. Se preferir bolachinhas crocantes, deixe dourar.
Depois de assadas, coloque-as sobre uma grade para esfriarem.

Rendimento: 80 bolachinhas pequenas

Bookmark and Share
Print Friendly and PDF

sábado, 11 de junho de 2016

sopa cremosa de alho de alho poro


aqui na serra a temperatura despencou, na verdade nem precisa cair tanto que sopas, caldos e cremes sempre aparecem, nos dias gelados como hoje é a refeição ideal para aquecer, se estiver acompanhada de um bom vinho, então fica perfeita!



sopa cremosa de alho poro

corte em fatias finas quatro talos de alho poro, salteie ligeiramente em azeite e um pouquinho de manteiga, quando murchar agregue quadradinhos de duas batatas médias,  junte caldo de legumes, usei o caseiro, mas pode ser o industrializado, até que cubram as batatas, quando a batata começar a amolecer estará na hora de juntar o leite com a farinha (dissolva 4 colheres de farinha de trigo em duas xícaras de leite) e despeje sobre o caldo, mexa vigorosamente para não empelotar, quando engrossar confira o sal e coloque pimenta branca moída na hora, por ultimo junte uma caixinha de 200 g de creme de leite.
sirva com bastante queijo ralado, usei gouda, mas use o da sua preferência.

Bookmark and Share
Print Friendly and PDF

quinta-feira, 9 de junho de 2016

ciranda de receita - orapitangas apresenta Teretetê na Cozinha

dando seguimento a segunda rodada da Ciranda de Receitas, desta vez o meu par é a Teresa, menina alegre e falante que escreve o delicioso Teretetê na Cozinha
o blog dela é maravilhoso, tem um pouco de tudo, bolos sensacionais, cozinha regional, dicas de aproveitamentos, comida de verdade e uma prosa deliciosa.
enfim é uma honra para mim poder ter uma receita desta cozinha sensacional no meu blog.
bem, se alguém me perguntar a primeira coisa que vem a minha cabeça sobre o Teretetê, responderia os bolos, pois acalento um velho desejo de sentar na cozinha de Teresa, tomar um café demorado comendo um "valente" pedaço de bolo de macaxeira. 
quem sabe um dia, quem sabe...
mas como Teresa, sempre surpreende, hoje teremos uma receita salgada, que logo de cara me encantou, assim como ela, amo banana como parte de pratos salgados, receitinha ligeira que tem tudo para agradar todos os paladares.
se você ainda não conhece o Teretetê na Cozinha, recomendo muito.
ah sim,  você também vai encontrar lá uma receita daqui de casa, um pão tá bom!

agora vou deixar o sabor e a prosa com Teresa...

 
" Ângela é um prazer o Teretetê participar da ciranda de receitas aqui no ora pitangas...
Trago para você e seus leitores uma sugestão que é bem fácil de preparar.
Carne Moída com banana, dá para aproveitar as sobras de carne moída e arroz que tem na geladeira, e o melhor que o prato pode ser servido como prato único o que não é nada mal para esses dias mais corridos e não fica devendo nada no quesito sabor, sou suspeita porque adoro comida com banana"


Tomem nota da sugestão, espero que gostem.

Carne moída com banana 

Ingredientes:

08 bananas da terra maduras
01 kg de carne moída cozida e temperada a gosto.
02 xícaras arroz cozido e temperado a gosto.
200 gramas de muçarela ralada no lado grosso do ralo

Modo de preparo:
  • Frite as bananas em tiras e reserve.
  • Em um refratário untado com manteiga ou margarina coloque uma camada do arroz, depois uma camada da carne moída, depois cubra com as bananas frita e finalize com a muçarela ralada e leve ao forno para gratinar.
  • Sirva morno.
 

Bookmark and Share
Print Friendly and PDF

terça-feira, 7 de junho de 2016

ai...ai, ai, mais um aniversário


então, junho chegou e trouxe meu aniversário logo no comecinho do mês...
já falei em postagens anteriores que nos últimos anos parece que são menos de 12 meses entre um aniversario e outro... eita falta de tempo danada.
mas envelhecer ou melhor amadurecer tem suas vantagens, a gente fica mais experiente, mais tolerante, mais conformada com os acontecimentos da vida, enfim como não tem outro jeito, não tem como parar o tempo, trato de amadurecer com alegria e bom humor, que já facilita muito, pois as outras fatalidades do envelhecimento vem de qualquer forma mesmo!!!
enfim...o bolo do meu aniversário deste ano, me traz memórias de três pessoas queridas:
- uma delas meu avô, que amava bolo de amendoim, quando eu era menina ele batia a manteiga caseira, com leite inteiro e gordo e misturava paçoca de amendoim socada no pilão (claro feita por ele e com amendoim também plantado por ele) e com esta manteiga  fazíamos bolo doce e salgado, era uma delícia!
- a outra pessoa, foi D. Mirtes, minha professora da terceira série do primário, daquelas professoras que poderiam ser consideradas mestras,  que num dia de Santo Antônio, levou um bolo de amendoim para compartilhar com o alunos e divagar sobre as festas juninas, de pronto, me interessei e pedi a receita, o causou espanto na classe, e ela placidamente me chamou, para ir na casa dela fazer o bolo com ela para levar para a classe no dia São João, algo inesquecível para mim, o bolo levava manteiga e muito amendoim socado na massa e uma coberturinha cor de caramelo, sabor maravilhoso!
- mais tarde, nos meus tempos de intercambio, minha mãe hospedeira fazia um bolo maravilhoso com pasta de amendoim, aquelas densas, como pedacinhos de amendoim (na minha ultima viagem a USA comprei um pote da mesma marca, mas acreditem não é mais a mesma coisa), o bolo dela era de um sabor único!

enfim, com todas as minhas memórias, resolvi juntar as coisas e fazer o meu bolo de amendoim, claro que é um outro bolo, mas ficou muito saboroso, já que não posso mesmo ter os mesmos ingredientes disponíveis, é melhor largar mão do saudosismo e me dar por satisfeita, afinal, estou amadurecendo não é mesmo...


bolo de amendoim

bater em creme um pote de pasta de amendoim, usei uma marca que tem 180 g, com 100 de manteiga, quatro gemas e uma e meia xícara de açúcar até ficar um creme fofo, juntar gotas de baunilha.
em separado peneirar duas xícaras de farinha de trigo, duas colheres de sopa de amido de milho e uma colher de sopa de fermento em pó, com um fouet adicionar esta mistura ao creme de gemas e alternar com 250 ml de leite até ficar uma massa lisa.
assar em forma forrada com papel manteiga por aproximadamente 30 minutos.
tirar da forma e cobrir com um buttercream de chocolate ou outra cobertura de sua preferência.
para o buttercream bater 100 g de manteiga com 2 colheres de sopa de açúcar e 2 colheres de sopa de achocolatado,  1 colher de sopa de cacau e uma pitadinha de fermento em pó (peneirar os secos tudo junto), aos poucos juntar 100 ml de creme de leite de caixinha bem gelado.
espalhar sobre o bolo frio. 

Bookmark and Share
Print Friendly and PDF

quinta-feira, 2 de junho de 2016

ciranda de receitas - orapitangas apresenta Brisando na cozinha


a convite do blog Simples Assim da querida Lylia, junto com outros blogs, participo desta Ciranda de Receitas, nesta primeira rodada fui sorteada para apresentar uma receita do blog Brisando na cozinha
quanta honra...afinal admiro demais esta menina, super criativa e que cozinha muito, este fato traz uma enorme alegria, vendo cada vez mais gente jovem e cheia de talento abraçando a gastronomia.
as fotos e o texto abaixo são de autoria da Carlinha, se por acaso algum dos meus leitores ainda não conhecem o Brisando na cozinha, não percam a chance de explorar a cozinha desta menina super talentosa.
ah...também tem receita minha lá no Brisando na cozinha, um pão tá bom!!!


O arroz piamontese é um prato delicioso, de preparo muito simples e muito consumido pelos cariocas, geralmente servido com carnes.
A  receita de hoje é uma releitura, que transforma o clássico arroz à piamontese em um risoto delicioso, cremoso como deve ser e ainda de preparo fácil.





as fotos indicam o passo a passo


adição do queijo


champignon


do cheiro verde



finalização




RISOTO ALLA PIAMONTESE

(serve de 3 a 4 pessoas)

Ingredientes

 2 xícaras de arroz arbóreo ou carnaroli

 1 cebola picadinha

 1 cálice de vinho branco seco

 1,5l de caldo de legumes quente

 100g de champignon em fatias

 3 colheres (sopa) de creme de leite fresco

 100g de parmesão ralado grosso

 cheiro-verde à gosto

 2 colheres (sopa) de manteiga

Modo de preparo

Numa frigideira grande ou panela, aqueça 1 colher (sopa) de manteiga, e refogue a cebola picadinha até que fique transparente.

Adicione o arroz (sem lavar), mexa bem, e coloque então o cálice de vinho branco.
Quando o arroz começar a secar, coloque uma concha do caldo de legumes (ou outro caldo da preferência), e vá mexendo sempre.

Vá fazendo essa operação, colocando concha por concha de caldo assim que o arroz for secando, até que ele esteja al dente. 
Talvez você não use todo o caldo, talvez precise de mais. Isso depende do seu gosto. Eu usei um pouquinho menos de 1,5l. 
Feito isso, coloque a outra colher de manteiga, o creme de leite fresco, o parmesão e mexa bem.
A manteiga dará um brilho pro seu risoto, o creme de leite dará cremosidade, e o queijo vai conferir sabor e aquela textura puxa-puxa!
Adicione também o champignon.
Desligue o fogo, acerte o sal (principalmente se você usar caldo caseiro) e por fim coloque o cheiro-verde!
Sirva imediatamente, acompanhado de alguma carne, frango, peixe, ou legumes grelhados. Nós comemos com medalhõezinhos assados de frango com bacon. 
Deliciosa combinação!
Bom apetite!



não deixem de conferir as outras postagens, seguem os links do blogs participantes


Ciranda de Receitas:
http://www.artenacozinha.com
http://www.artesdamel.com.br
http://www.brisandonacozinha.com
http://cozinharehpreciso.blogspot.com.br
http://www.leiliane.com.br
http://www.nacozinhabrasil.com
http://ohhceuss.blogspot.com.br
http://orapitangas.blogspot.com.br
http://www.sosimplesassim.com.br
http://www.teretetenacozinha.com.br
Bookmark and Share
Print Friendly and PDF

sexta-feira, 27 de maio de 2016

creme de ervilhas e fake sour cream

cremes, caldos e sopas fazem a minha alegria na noites de outono.
normalmente tenho caldo de legumes congelado, mas neste caso tinha feito uma carne de panela no almoço e ficou aquele "fundo" na panela, então não tive duvidas, não iria lavar a panela e perder todo aquele molho ferrugem, fui logo juntado uma cebola picada, galhos de salsa, alho, umas 4 batatas pequenas, 1 xícara  ervilha seca, água até cobrir, fechei a panela e deixei cozinhar por 10 min enquanto arrumava a cozinha do almoço, deixei descansando com a panela fechada, quando abri no final da tarde estava tudo molinho, foi só então bater no liquidificador, com água fria até atingir a cremosidade desejada, corrigir o sal e aquecer novamente.


a cor ficou um pouco oxidada pelo molho da carne, mas o creme ganhou sabor.
gosto de servir com "sour cream" neste caso um falso, feito com iogurte grego caseiro e suco de limão, se você for usar o iogurte grego do potinho o procedimento é o mesmo, bata com um fouet e agregue suco de limão até ficar um creme grosso.



Bookmark and Share
Print Friendly and PDF

quinta-feira, 19 de maio de 2016

rocamboles de nozes, damasco e amendoim

rocamboles são muito simples e sempre agradam,
quanto o recheio fica conforme o paladar de cada um!!!


 nozes moídas com leite condensado cozido e um pouco de creme de leite para facilitar na hora de rechear



geleia de damascos ácidos, para o enfeite apenas os damasco hidratados




aqui leite condensado cozido quebrado com pouco de creme de leite e  amendoim moído

rocambole

estes eu fiz com 6 ovos, depende to tamanho da sua assadeira,do prato que vai servir etc...
a receita é simples para cada ovo, 1 colher de açúcar bem peneirada e 1 colher de farinha de trigo peneirada, é opcional usar uma colher de café de fermento em pó. eu não uso.
bater as claras em neve e juntar as gemas uma a uma, bater até ficar uma espuma, em seguida juntar o açúcar peneirado. deste ponto em diante não usar mais a batedeira, juntar muito levemente a farinha de trigo e despejar esta massa em assadeira untada (25 cm x 35 cm) e polvilhada com farinha de trigo ou forrada com papel manteiga. assar por 20 minutos em forno médio, até ficar corado.
Obs: não leva nenhum tipo de liquido ou fermento e não pode assar demais.
retirar imediatamente da assadeira da seguinte forma.
umedecer um pano de prato tipo gase, bem fino, e polvilhar com açúcar com ajuda de uma peneira, desinformar o bolo, e em seguida enrolar no sentido do comprimento.
rapidamente desenrolar e espalhar o recheio.de sua preferência, sem chegar até as beiradas, enrolar novamente, passar para o prato de servir e peneira açucar de confeiteiro, guarnecer a gosto.

Bookmark and Share
Print Friendly and PDF

sexta-feira, 6 de maio de 2016

bolos de festa: brigadeiro de leite ninho e cocada

hoje a postagem traz duas receitas de bolos simples, um clássico com massa branca e outro mais atual com massa de chocolate.


o bolo branco foi coberto com buttercream e recheado com dois recheios, creme de confeiteiro e cocada e ameixa pretas
o naked cake tem recheio e cobertura de brigadeiro de leite em pó e pequenos brigadeiros sobre o bolo cobertos com mix de chocolate branco e amargo.

naked de chocolate

neste bolo usei a minha receita de bolo de chocolate com butermilk, uma massa simples de liquidificador.
para o brigadeiro usei 3 latas de leite condensado,  200 ml  de leite  para dissolver 12 colheres de sopa de  leite em pó e 1 colher de sopa de farinha de trigo, 1 colher de sopa de manteiga sem sal, depois de misturar muito bem, levar ao fogo baixo, mexendo sem parar, tomando muito cuidado para não grudar no fundo, quando estiver no ponto de brigadeiro (quando começar a fazer "caminho"no fundo da panela), retirar do fogo, separar um pratinho (untado) de sobremesa de massa, para poder fazer as bolinhas, no restante da massa  juntar uma caixa de creme de leite bem gelada e ir esfriando sem parar de mexer, para isto use uma bacia de inox com agua e gelo, quando estiver quase frio, aplicar a metade como recheio e o restante como cobertura, em seguida riscar com o garfo.
assim que o brigadeiro reservado estiver frio, faça as bolinhas e passe no chocolate mesclado, e decore o bolo.

obs: para o sucesso desta receita, deixe a  bacia de inox preparada, usei leite condensado, creme de leite e leite em pó de primeira qualidade, use panela de fundo grosso, não para de mexer o brigadeiro no fogo e durante o processo de resfriamento.


bolo clássico

para o bolo usei uma massa de pão de ló de laranja
para o recheio 200 gramas de coco fresco, 1/2 xícara de agua e 2 xícaras de açúcar, levar ao fogo e fazer uma cocada leve.
cortar o pão de ló em duas partes, uma rechear com com cocada e ameixa pretas picadas, a outra com creme de confeiteiro.
para o creme de confeiteiro use uma lata de leite condensado, 4 colheres de sopa de amido de milho, 2 latas de leite condensado (usadas como medida) de leite integral, misturar bem e levar ao fogo mexendo sem parar, quando ficar um creme espesso, cozinhar um pouco mais, em seguida retire do fogo e junte uma caixa de creme de leite bem gelada, mexe muito bem para homogeneizar, cubra imediatamente com filme plástico, bem junto do creme para não formar película, empregue frio.
para a cobertura bater 200 g de manteiga sem sal e ir juntando lentamente leite condensado em fio, quando ficar na textura de um creme espesso, juntar creme de leite bem gelado, aproximadamente meia caixinha, confeitar o bolo espatulando ou usando bico.

os bolos foram feitos para a mesma festa, para atender o paladar de  cada  um dos aniversariantes.


Bookmark and Share




Print Friendly and PDF

quarta-feira, 27 de abril de 2016

sopa de mandioca

abrindo a temporada de sopas deste ano..
adoro sopas, cremes e caldos!
a que trago hoje é uma sopa de mandioca com músculo, no outono e inverno é sempre bom de comprar mandioca, é a hora que ela está nas melhores condições para o consumo
esta sopa tem duas etapas, a primeira é a preparação do músculo e a segunda a parte do creme de mandioca.
eu preparo logo uma boa quantidade de músculo, prefiro fazer assim pois  separo em potinhos e deixo pronto para usar como base para sopas, abreviando assim uma das etapas, mas nada impede que seja preparado apenas para a sopa do dia.


músculo

compro o músculo cortado em rodelas largas, normalmente faço 3 quilos, depois de lavado e escaldado, tempero com sal, pimenta do reino, uma cabeça de alho, dentes cortados ao meio, folhas de louro, duas cebolas grandes em pétalas, um maço pequeno de cheiro verde, tomilho, orégano fresco e tomates cortado em quatro.
sem nenhum tipo de gordura ou liquido, coloco tudo isto na panela de pressão, fecho e deixo cozinhando em fogo baixo por 20 minutos, depois deste período aguardo mais 30 minutos para a carne descansar, quando abro a panela a carne está macia desfiando e os temperos já se desmancharam, exceto as folhas de louro. reservo a quantidade que vou usar e o restante congelo em porções.

sopa de mandioca

faço um refogado com cebola, alho, e tomates sem pele picado, em seguida coloco a carne reservada, e cubro com agua fervente, neste caldo vou colocando a mandioca cortada em tiras sem o fio do meio, deixo cozinhando até amolecer. 
separadamente cozinho uma porção pequena de mandioca para amolecer bastante para virar um purê. processo esta mandioca com o mixer para servir de creme para engrossar a sopa. 
quando as tiras de mandioca já estiverem macias, junto o purê e acerto o sal.








Bookmark and Share
Print Friendly and PDF