para compartilhar sabores e lembranças olfativas daqui e de outras terras...como o nhoque da nona, o arroz com bacalhau de vovô, as almondegas de minha mãe, o risoto de linguiça do meu pai, o thanksgiving dinner da mammy, o german chocolate cake da cindy, o doce de leite de tia mercedes, o doce de cidra da aninha, o doce de mamão da célia, o doce de pera da margarida, as pimentas da celha, os bolos da semiramis, os patês da rosana e por ai vai....


sexta-feira, 11 de abril de 2014

quiche de alho poro e gorgonzola


fim de semana chegando...
quiche é sempre uma excelente opção.
muito simples e permite preparo antecipado com um pouquinho de organização você poderá preparar a massa e adiantar o recheio durante a preparação do almoço.
em menos de 10 minutos antes do jantar você finaliza e forno.


















quiche de alho poro
 
massa
2 xícaras de farinha de trigo
1 colher de chá de sal
1 colher de chá de fermento químico
4 colheres de manteiga ou margarina
3 ou 4 colheres de água gelada
junte os secos, pique a manteiga gelada e junte a água, amasse, forme uma bola e leve pra gelar por 20 minutos. abra a massa sobre um plástico, coloque sobre a torteira de fundo falso, fure com garfo. eu aconselho forrar a assadeira com papel manteiga.
 

recheio:

fatiar finamente apenas a parte branca do alho poro(usei 4 talos), refogar em azeite extra virgem e reservar.

bater no liquidificador, 1 copo de requeijão cremoso, com 3 ovos inteiros, 4 colheres rasas de farinha de trigo, 1 caixa de creme de leite, sal, pimenta do reino.
misturar levemente esta batida ao alho poro frio, juntar 1 de xícara de queijo prato ralado, 1 de xícara de outro queijo de sua preferência (opcional, nesta usei gorgonzola) tomates sem pele picadinhos e despejar sobre a massa crua, levar ao forno médio até dourar.



















caso você deseje antecipar as etapas, faça assim:
  1. prepare a massa e conserve em geladeira
  2. prepare o alho poro e reserve, depois de frio coloque na geladeira
  3. piques os tomates e rale os queijos, cubra com papel filme e conserve na geladeira
  4. deixe apenas para bater o creme na hora de montar

















o ideal é esperar um pouco para servir, facilita muito na hora de cortar


Bookmark and Share
Print Friendly and PDF

quarta-feira, 2 de abril de 2014

aletria e ricota


já falei em várias postagens que sempre tenho ricota pronta na geladeira, algumas vez salgo o leite outra não, já com planos de usar a ricota para doces.


















está sobremesa é muito fácil, mas como tudo tem lá seus segredos.
  1. não use macarrão grano duro, prefira massa como ovos
  2. use manteiga sem sal
  3. não doure demais o macarrão para não escurecer demais
  4. saborize a calda como desejar


















doce sírio de aletria

  1. aproximadamente um pacote de 500 g de aletria quebrado com as mãos (a quantidade vai depender da altura do seu pirex) dourar o macarrão na manteiga, eu uso aproximadamente uns 150 g de manteiga sem sal e faço isto em duas etapas para dourar por igual, reservar.

  2. amassar 500 g de ricota (usei 2 xícaras da caseira), com 1 lata de leite condensado, 1 vidro de leite de coco, 2 colheres de amido de milho, gotas de baunilha, se desejar pode usar raspas de limão ou laranja

  3. juntar ao creme de ricota uvas passas ou frutas cristalizadas (opcional)
montagem
num pirex colocar metade do macarrão, rechear com o creme de ricota e cobrir com o resto macarrão, levar ao forno médio por 25 minutos.
calda
enquanto assa prepare um calda com 600 ml de agua e 2 xícaras de açúcar, (pode saborizar a calada com cravo, canela ou casquinha de laranja ou limão) e leve ao fogo até engrossar, quando tirar o doce do forno regue com esta calda. caso deseje mais úmido, aumente a quantidade da calda.


















aqui já com a calda

















eu prefiro o meu pedaço assim, com pouca calda, quase sequinho.
meu marido e o filho comem com maple syrup, a filha come com mel!

Bookmark and Share

Print Friendly and PDF

sábado, 22 de março de 2014

pull apart de alho e azeitona, o pão do Lucas

hoje é um dia super especial, é formatura do meu sobrinho do coração, aos 22 anos o Lucas se forma em engenharia, super orgulho para os pais, irmãos, tios de sangue e tios de coração, nos quais me incluo com imenso prazer.




optei por postar hoje este pão, por ser o favorito do Lucas, ele sempre me diz: 
tia este seu pão é o melhor do mundo. 


















pull apart de alho azeitonas
texto e receita Cozinhando com Josy

400 a 500 grs de farinha de trigo branca
16 grs de fermento biológico fresco (usei 2 colheres de chá de fermento biológico granulado)
60 ml de água morna
80 ml de leite morno (processei o leite e a agua com cebola e alho)
60 ml de azeite de oliva
1 colher (sobremesa) de açúcar
1 colher (chá) de sal
1 colher (chá) de orégano seco
1 colher (chá) de açafrão (não usei)
2 ovos (à temperatura ambiente)



Desfazer o fermento na água morna com o açúcar e uma colher de sobremesa de farinha. Peneirar a farinha de trigo, e acrescentar o orégano e o sal.

Abrir uma cova no centro e juntar os ingredientes líquidos (o leite, o azeite, e os ovos batidos).
Adicionar o fermento e incorporar bem todos os ingredientes. Amassar um pouco.

Obtém-se uma massa úmida e pegajosa. Deixe descansar até duplicar de volume, cerca de 2 horas.

Em seguida, espalhe cerca de 3 colheres de sopa de farinha sobre a bancada e trabalhe um pouco a massa. Deixe descansar por mais 1 hora aproximadamente.

Abra a massa e faça um retângulo, espalhe o recheio escolhido.
Corte a massa em cinco tiras mais ou menos iguais. Sobreponha as tiras com cuidado.
Corte em 5 partes com a largura da forma.
Coloque os pedaços em uma forma de buraco untada e enfarinhada e deixe descansar por mais 30 minutos.
Leve ao forno pre aquecido a 180ºC, durante 35 minutos ou até dourar.

















visto de ladinho








segredos recheio são: refogar o alho sem o miolo e azeite de excelente qualidade, juntar oregano e azeitonas grosseiramente picadas

















com este carinho, desejo que ele seja super feliz na sua profissão, com muitas realizações e sucesso sempre.
enfim, desejo o melhor de Deus para este menino de ouro e que eu possa sempre, fazer-lhe um agrado em forma de pão. 
parabéns Lucas!

Bookmark and Share
Print Friendly and PDF

domingo, 16 de março de 2014

panqueca de frango da D. Erna W.

quase todo mundo gosta de panqueca, seja de carne, frango, ricota, espinafre, brócolis, etc...
aceita todos os molhos vermelho com e sem carnes, branco, rose, de queijos, etc...
é muito versátil e muito simples de se fazer.























mas tem lá os seus segredos, além do molho perfeito

















aqui estão os meus segredos além de ser tudo 1:1:
  1. frigideira de tefal em perfeito estado
  2. concha medidora para dosar
  3. farinha
  4. ovo
  5. 1 colher de sopa de óleo
  6. 1 colher de sopa rasa de amido de milho
  7. 1 colher de chá de fermento químico
  8. leite
  9. dê preferência recheio que se agreguem, se não se agregarem corrija com um tiquinho de farinha ou amido, requeijão, queijo cremoso, assim as panquecas ficam bem recheadas e não perdem recheio
  10. coloque o molho quente bem próximo da hora de servir, para não encharcar a massa delicada
  11. se tiver forno que gratina, tanto melhor, caso não tenho leve a forno convencional e sirva bem quente
















para este pirex, usei duas receitas com base na xícara medidora de 240 ml


















de resto capriche no seu recheio favorito e num molho especial.
nesta daqui usei peito de frango processado (peito de frango cozido e depois de processado refogado com todos os temperinhos) com requeijão cremoso.
o molho de tomates italianos.


Bookmark and Share
Print Friendly and PDF

terça-feira, 11 de março de 2014

pão petrópolis - o miolo -

o pão petrópolis é um dos queridinhos daqui de casa.
fica perfeito para lanches, para servir com mel, geleia, requeijão.
aqui em casa, cada um tem a sua preferência.
quando sobra, é raro.
corto em fatias grossas, passo uma generosa quantia de manteiga e tosto, fica perfeito para servir no café da manha, simples assim, tostado.

















pão petrópolis 
 
fonte e texto: Maura do Trainee de cozinheira
receita corrigida da Akemi do blog Pecado da Gula



*xícara medida 240ml
Ingredientes:
50g de açúcar (1/4 de xícara)
400g de farinha de trigo (2 3/4 xícaras)(usei Dona Benta)
30g de fermento biológico fresco (usei 1 colher sopa de fermento seco biológico)
uma pitada de sal
1 colher (sopa) cheia de manteiga sem sal em temperatura ambiente
180ml de leite morno(3/4 de xícara)
1 ovo extra grande
1 gema misturada com 1 colher de (chá) café pronto 

Com o link do blog da Akemi acima, vocês podem ver a outra maneira de fazer o pão.
Modo de fazer do jeito da Akemi:
Divida a farinha de trigo entre 2 vasilhas. Numa coloque o sal e a manteiga. Na outra, coloque o fermento, o açúcar a seu lado o ovo num canto. Despeje o leite morno sobre o fermento e misture com uma espátula ou colher de pau até formar uma massa. Mexa vigorosamente até formar uma mistura lisa e elástica, levantando bolhas. Caso fique uma massa pesada, junte um pouco mais de leite até formar uma massa líquida mais mole sem ser líquida.
Junte o conteúdo da outra vasilha e misture com cuidado até formar massa lisa e homogênea (cerca de 10 minutos). Não é preciso juntar mais farinha de trigo. Modele uma bola e volte a massa na vasilha. Cubra com filme plástico e deixe descansar até dobrar de volume (uns 40 minutos). Dê alguns soquinhos na superfície da massa para tirar o gás acumulado. Tire a massa da vasilha e modela a massa numa bola novamente. Cubra com um pano de prato molhado e bem torcido e deixe descansar mais 10 minutos. Abra a massa num pequeno retângulo com largura do tamanho da forma e enrole como rocambole. Coloque o pão modelado na forma, com a parte que fechou para baixo. Pincele com a gema e cubra com filme plástico. Deixe crescer até dobrar de volume (uns 30 minutos). Leve para assar em forno pré-aquecido a 180ºC por cerca de 30 minutos. Caso fique corado demais, cubra com papel alumínio e deixe terminar  de assar. tire do forno, desenforme e deixe esfriar sobre uma grade.
A receita rendeu 2 pães médios (24x10x6cm).
 
* outras postagens do mesmo pão aqui e aqui
 
Bookmark and Share
Print Friendly and PDF

domingo, 9 de março de 2014

abóbora cabotiã inspirada na chef Carla Pernambuco


acho a abóbora cabotiã um perfeito acompanhamento, seja em saladas, cozidas, refogadas, farofas..

















esta foi feita inspirada em uma da chef Carla Pernambuco no canal da Fox



















troquei o sakê por cachaça, óleo por azeite, açúcar branco por mascavo, não usei caldo de peixe

















usei bem pouca agua, fui pingado aos poucos, pois queria ligeiramente caramelada

















abóbora cabotiã

  1. lavar muito bem e cortar em tiras
  2. usar uma frigideira de fundo largo e grosso
  3. untar com azeite
  4. colocar sobre o azeite 2 colheres de açúcar mascavo
  5. colocar os pedaços de abóbora
  6. cobrir com mais 2 colheres de açúcar mascavo
  7. agregar 2 colheres de cachaça e 3 colheres de molho de soja
  8. levar ao fogo baixo até amolecer
  9. se necessário pingar agua (usei 1/4 de xícara de agua aquecida)

Bookmark and Share

Print Friendly and PDF

quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

tabule

ainda temos tido dias de calor intenso.
comprar alfaces de boa qualidade, lindas e fresquinhas tem sido um martírio.
com a estiagem e calor, as folhas estão duras e ressecadas, nem sempre se consegue verduras em boa qualidade.
nestas horas, o ideal, é lançar mão de outros tipos de saladas com legumes cozidos ou grãos.
o tabule é uma excelente opção.

















tabule

trigo demolhado e bem espremido
bastante  hortelã picada
pepinos em cubos
tomates  e cebolas bem picadinhos
temperar com limão, azeite, pimenta síria e sal



















salada bem fresquinha e nutritiva!


Bookmark and Share

Print Friendly and PDF

domingo, 23 de fevereiro de 2014

bolo de frutas

adoro fazer bolo sem batedeira, bolos de fouet.
particularmente, prefiro usar o fouet de molas e de cabo curto para bater os ovos e açúcar.
depois quando aumenta a quantidade de massa passo para para o fouet espiralado.
talvez isto seja até um vício, do tempo que usava batedor de arame para  claras em neve.
enfim, vícios e manias a parte...
trata-se de um bolo simples porem aromático, com um toque azedinho conferido pelo limão

bolo de frutas
2 xícaras de farinha de trigo
1 xícara de açúcar
1 colher de sobremesa de fermento em pó
1 colher de café de bicarbonato de sódio
2 ovos grandes

raspas das cascas do limão que serão usada no buttermilk e para marinar as frutas
1/4 de xícara de óleo de canola
3/4 de xícara de buttermilk ( 3/4 de xícara de leite de preferência integral misturado com suco de um limão que descansou por 10 minutos)


  1. corte as frutas (usei maçãs e morangos) e deixe de molho em agua filtrada e com suco de limão, reserve enquanto prepara a massa
  2. numa tigela, misture os secos devidamente peneirado e em seguida os ovos ligeiramente batidos, o óleo e por ultimo o buttermilk e as raspas do limão, forre com papel manteiga uma forma de fundo falso de 20 cm e despeje a massa
  3. escorra e seque as frutas com papel toalha 
  4. coloque delicadamente as fatias de frutas sobre a massa crua, pressionando levemente
  5. leve ao forno médio ate dourar ou fazer o teste do palito
  6. deixe esfriar completamente, polvilhe no açúcar puro ou açúcar com baunilha
  7. decore a gosto


use a fruta de sua preferência



Bookmark and Share
Print Friendly and PDF

terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

pão de azeite e trigo hidratado

eu adoro pães com textura mais rústica.
como já e sabido, costumo usar muito trigo hidratado para  pães, faço enformados, moldados, com e sem açúcar mascavo.
se você ainda não tentou, teste é muito versátil, confere um sabor super especial aos pães
porém, desta vez, resolvi usar açúcar cristal e um azeite extra virgem especial, pois queria servir o pão para acompanhar entradinhas.
resultou um pão mais aromático(azeite de azeitonas picual) e de cor mais clara.
aprovadíssimo!!!



pão de trigo hidratado

1a. parte
1 xícara de chá de trigo para quibe
2 xícaras de agua para hidratar o trigo
(se desejar agilizar o processo use agua morna)
reserve por pelo menos 1 hora até que o trigo tenha absorvido toda agua.
não precisa espremer, no mesmo bowl agregue 3 colheres de azeite, 1 colher de sopa de sal 2 colheres de sopa açúcar cristal e mais 1 xícara de chá de agua, misture bem.

2a. parte
separadamente misture 2 colheres de sobremesa de fermento seco biológico com 3 xícaras de farinha de trigo, junte a farinha no blowl com a mistura da primeira parte.
misture até obter uma massa homogênea, se necessário agregue um pouco mais de farinha de trigo durante a sova e deixe descansar por 30 minutos até dobrar de volume.

3a. parte
molde os pães, faça cortes, polvilhe farinha e deixe crescer novamente, asse em em forno moderado por aprox 30 minutos.


Bookmark and Share
Print Friendly and PDF

domingo, 16 de fevereiro de 2014

bolo de fubá e coco

apesar do calor, teve bolo.
alias, sempre tem bolo e bolo é sempre bom!


bolo de fubá com coco
fonte daqui

4 ovos (se forem grandes só 3)
1 xícara (chá) de óleo
1 xícara (chá) de leite
1 1/2 xícara (chá) de açúcar
1 xícara (chá) de fubá
1 xícara (chá) de farinha de trigo
1 colher (sopa) de fermento em pó
4 colheres (sopa) cheias  de coco ralado
coloque todos os ingredientes no liquidificador e bata por cerca de 3 minutos em velocidade máxima. coloque em uma forma grande para pudim untada e polvilhada com fubá, leve ao forno médio (180ºC) pré aquecido por aproximadamente, 45 minutos ou até ficar bem moreninho.



 
dica: 
eu faço assim, bato os ovos com o líquidos e por ultimo vou juntando, aos poucos, os secos.
untei a forma apenas manteiga e açúcar cristal.


para finalizar peneirar açúcar sobre o bolo morno

Bookmark and Share
Print Friendly and PDF